Histórias, artigos e reportagens

Adeus Hiroshima – sobreviventes da bomba recomeçam a vida no Brasil (resenha)

in Reportagens, artigos, resenhas e afins por

Na manhã de 6 de agosto de 1945, em um lindo dia de verão, Hiroshima sucumbiu diante do poder de destruição da bomba atômica. Foram mais de 140 mil mortos pela explosão e pelas consequências da radiação.

A bomba, batizada como Little Boy, teve consequências devastadoras. Os efeitos da explosão e da radiação geraram dúvidas, medos e preconceitos. Os sobreviventes que no Japão receberam o nome de “hibakushas” tiveram que lidar com dificuldades físicas, psicológicas e sociais.

Depois de mais de 70 anos os sobreviventes ainda tem na memória essa terrível experiência. Baseado em seus relatos o livro narra a emocionante jornada vivida por eles e como reconstruíram suas vidas no Brasil.

São histórias surpreendentes como a de Takashi Morita que tinha 21 anos na época e era soldado do batalhão especial do Exercito Imperial Japonês. Ele que já havia sobrevivido ao bombardeio em Tokyo, conduzia seu batalhão pelas ruas de Hiroshima a 1.300 metros do hipocentro da explosão quando viu um clarão e sentiu o impacto que o arremessou metros adiante. Há mais de 30 anos, Morita fundou a Associação dos Sobreviventes da Bomba Atômica no Brasil para dar assistência aos mais de 120 sobreviventes que aqui viviam. Recentemente a associação passou a se chamar Associação Hibakusha Brasil pela Paz e está engajada em projetos anti-nucleares e em prol da paz.

Tae Il Bae, um coreano nascido no Japão que passou a infância e a juventude no Japão, adotou nome japonês e a língua japonesa como principal. Era adolescente quando entrou na cidade destruída e contaminada pela radiação. Sofreu sérias consequências, mas sobreviveu. Ao final da guerra, com a esposa grávida foi obrigado a deixar o Japão e retornar para a Coreia, sabendo quase nada sobre o país e sem falar coreano. Logo depois teve início a Guerra da Coreia, com medo de perder seus filhos na guerra partiu para o Brasil em busca de paz.

O livro traz ainda informações sobre a imigração japonesa no Brasil, a situação dos japoneses no Brasil durante a Segunda Guerra em que houve restrições impostas pelo governo aos imigrantes dos países do eixo, e a inversão do ciclo migratório com a onda de dekaséguis partindo para o Japão. Conta também a história de Hiroshima, desde sua fundação, passando por sua importância estratégica e militar, a reconstrução, o ressurgimento e o legado que faz da cidade hoje um expoente da cultura de paz.  Faz um breve relato da Guerra da Coreia e da imigração coreana no Brasil. Além de informações sobre a primeira bomba atômica a ser lançada contra a humanidade, suas consequências e os efeitos da radiação.

Contém material fotográfico cedido pelos próprios sobreviventes e fotos tiradas pela autora em sua visita a Hiroshima.

Título: Adeus, Hiroshima – sobreviventes da bomba recomeçam a vida no Brasil
Formato: Impresso 14x22cm
Número de páginas: 122
Diagramação: Inês Tavares
Ano de publicação: 2016
ISBN: 978-989-517991-6
Editora: Chiado Editora
Autora: Denise Bertola
Link para compra: https://www.chiadoeditora.com/livraria/adeus-hiroshima

Deixe uma resposta

Latest from Reportagens, artigos, resenhas e afins

Nenhuma a menos!

Foi dito: ‘Aquele que se divorciar de sua mulher deverá dar-lhe certidão

O Agro é tudo?

Uma contínua campanha midiática exibida em toda a rede em diversos horários
Go to Top