Jornal da Tarde, um jornal diário literário

in Ed_5_out/dez.2017 por

Durante o período de 1966 a 1970 havia uma preocupação com o estilo dos textos no Jornal da Tarde (JT), isto é, o texto jornalístico era concebido sem se parecer com os textos dos demais periódicos, ou mesmo com os atuais, que seguem a técnica da Pirâmide Invertida (GENRO FILHO, 1987, p. 09). Aproximava-se mais dos textos literários. Era uma reportagem que não perdia a precisão necessária aos textos factuais. Somente se aproximava da literatura. Mesmo com esta diferença de estilo, o JT pode se manter como um diário.

Com o tempo, principalmente depois da década de 1970, os textos e fotografia, o estilo e o projeto editorial do jornal mudaram completamente e ficaram semelhantes aos demais periódicos paulistanos.

O JT circulou de 1966 a 2012 e marcou uma geração de jornalistas e leitores com seu estilo textual e fotográfico. No dia 30 de outubro de 2012 a última edição foi às bancas e a Livro-reportagem em revista não poderia deixar de lembrar clássico jornal diário literário.

    

Referência

GENRO FILHO, Adelmo. O segredo da pirâmide – para uma teoria marxista do jornalismo. Porto Alegre, Tchê, 1987.

typewriter

Crédito da imagem: Acervo Estadão (Internet)

Deixe uma resposta